Ads 468x60px

31 de outubro de 2010

Vozes Femininas do Hip Hop Mocambicano


Gina Guibunda aka Gina Pepaé uma rapper de Maputo que começou a sua carreira artistica num grupo de dança chamado “Flyers” por volta de 1989
Em 1993 Surgiram os “Rappers Unit” um grupo de rap que começou por organizar festas de Hip hop e mais tarde convidado a colaborar com a primeira discoteca Hip hop(Long Beach). Os “Rappers Unit” começaram a gravar suas próprias musicas em 1994, “Keep Rappers Unit from the Underground” e “it’s going down” foram os primeiros temas gravados pelo grupo e mais tarde surgiu a necessidade de ter uma voz feminina.

Gina Pepa foi a voz escolhida, incentivada por Don Mceezalin o Primeiro(Nitó MC), até porque ela já imitava canções de Salt-n-Pepa e Da Brat. Gina adoptou o Nome “Pepa” por ser fã da Pepa do grupo Salt-n-Pepa. Fêz o refrão(cantado) do tema “Get down with the G’s” de Rappers Unit e mais tarde começou a repar surpreendendo e superando as expectativas do resto dos membros do grupo.
Com a edificação da Track Records e o lançamento do album “Mixologia” de DJ Beat Keepa, Hélder Leonel prepara o tema “noite de vingança” para fazer parte do mesmo album. Um tema que marcou o regresso em grande de Gina Pepa para a cena Hip Hop como artista solo. Gina veio preencher uma grande lacuna do quase inexistente Rap feminino em Maputo, com um poder vocal de cortar a própria respiração Pepa tem a capacidade de segurar na lirica sem deixá-la escorregar em nenhum momento das suas actuações ao vivo.

Elizabet Oliveira Aka Dama Bete, integrante do ex conjunto Blacksystem Nasceu em Moçambique em 84, tão cedo teve que abandonar o seu pais e vir para Portugal quando esta tinha apenas 2 anos. estreia-se no cenário tuga com 15 anos. Após o fim do colectivo, começa um carreira a solo, e cria uma comunidade na Internet, a HipHop Ladies, Em 2007 assina pela produtora FLC-audiovisuais e pela Universal Music Portugal, e inicia as gravações do seu 1º álbum "De Igual para Igual" em 2008"





Iveth ou simplesmente Veth conhecida por ser a primeira dama da Cotonete Records, onde encontram-se nomes com: Azagaia, Izlo H, Rage entre outros...foi uma aquisição da cotonete por intermedio de
Joe, que abriu-lhe as portas numa em que o mesmo queria abrir "Kanimambo Hip-Hop" que acabara por não ir avante, logo segue-se o projecto "Mais Hip-Hop no teu ouvido" onde ela participa e mais tarde vira fazer parte através de um convite não qual não recusou... lançou o single "Amiga" como preparação para o álbum "O convite" que brevemente estará nas ruas.
 





Ivannea José aka
Dama do Bling
nasceu aos 79 em Maputo, Moçambique.
Em 2005, deu os primeiros passos em estúdio de gravação, participando em duas faixas do álbum de Lizha James. Sua estréia 2006 single 'Haterz " foi seguido por um álbum auto-intitulado "Chamada para a Bling", com colaborações de aritstas locais como Catya, Denny OG, DRP, Hernani e favorecer o retorno de Liza James. entre os demais exitos encontram-se "Dança do Remexer". "Diferente, mas igual" é o seu derradeiro projecto



Fat Lara foi uma artista que representou com dignidade sempre que o rap a chamou e ela deixa a sua boa imagem de alguem conversadora, simpatica e acima de positiva e muito alegre. Fat Lara iniciou a sua careira como rapper sem no entanto ter dado um seguimento taxativo a mesma. Foi vencedora dos prémios Hip hop time em 2005 na categoria melhor musica rap com o tema “raciocina”, musica que marca a sua participação na compilação – Atenção: Desminagem! kandonga. Trabalhou varias vezes com os rappers P. Underground, Legacy, ex: Lenço Azul atualmente Izlo, Bighost em geral rapper da Liberdade Bairro onde residiu até a sua morte.
08 de Outubro, data em que se lembra 2 anos do desaparecimento fisico de Fat Lara

0 comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário

 
Blogger Templates